quinta-feira, 4 de junho de 2015

Provações virão


"Porque não aflige, nem entristece de bom grado os filhos dos homens." (Lamentações 3:33).

Nosso Pai celestial não aflige nem entristece de bom grado os filhos dos homens. Ele tem Seu propósito no furacão e na tempestade, no fogo e na inundação. O Senhor permite que calamidades advenham a Seu povo para salvá-lo de maiores perigos. Ele deseja que todos examinem o próprio coração cuidadosamente, e então se acheguem a Deus para que Deus Se aproxime deles. Nossa vida está nas mãos de Deus. Ele vê a nos ameaçar perigos que não podemos ver. Ele é o Doador de todas as nossas bênçãos; o Provedor de todas as nossas misericórdias; o Ordenador de todas as nossas experiências. Vê os perigos que não podemos ver. Ele pode permitir que sobrevenha a Seu povo aquilo que enche Seu coração de tristeza porque percebe que precisam acertar caminhos retos para seus pés, a fim de que os claudicantes não se desviem do rumo. Ele conhece nossa estrutura e Se lembra de que somos pó. Até os cabelos de nossa cabeça estão contados. Ele opera através de causas naturais para levar Seu povo a lembrar-se de que Ele não os esqueceu, mas deseja que abandonem o caminho que, se lhes fosse permitido seguir sem impedimento e reprovação, os conduziria a grande perigo.

Provações nos advêm para levar-nos a pesquisar nosso coração e vermos se está purificado de tudo quanto contamine. Constantemente o Senhor está operando para nosso bem presente e eterno. Sobrevêm coisas que parecem inexplicáveis, mas se confiamos no Senhor e aguardamos pacientemente por Ele, humilhando diante dEle o coração, Ele não permitirá que o inimigo triunfe.

O Senhor salvará Seu povo à Sua própria maneira por meios e instrumentos tais que a glória Lhe será revertida. A Ele somente pertence o louvor. [...]

Todo aquele que está salvo deve ser participante com Cristo em Seus sofrimentos para que possa ser um participante de Sua glória. Quão poucos compreendem por que Deus os sujeita a provas. E por provar nossa fé que ganhamos força espiritual. O Senhor busca educar Seu povo a depender totalmente dEle. Ele deseja, mediante as lições que lhes ensina, que se tornem mais e mais espirituais. Se Sua Palavra não é seguida em toda humildade e mansidão, Ele lhes traz experiências que, se corretamente recebidas, ajudarão a prepará-los para a obra a ser feita em Seu nome. Deus deseja revelar Seu poder numa maneira destacada mediante a vida de Seu povo.

Ellen G. White. Meditações Diárias: Olhando para o Alto, p. 60