quarta-feira, 21 de maio de 2014

Por que Jesus não mencionou o sábado quando citou os Dez Mandamentos em Mateus 19:18-19?

"Respondeu Jesus: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho; honra a teu pai e a tua mãe e amarás o teu próximo como a ti mesmo." (Mateus 19:18)

Já ouvi este argumento:
SE JESUS NÃO MENCIONOU O SÁBADO QUANDO CITOU OS MANDAMENTOS DE ÊXODO 20, ENTÃO NÃO PRECISAMOS MAIS OBEDECÊ-LO.
Esta tem sido a "lógica" do mundo "protestante" (aspas propositais). Essa lógica, contudo, não é tão lógica assim, pois rejeita o MOTIVO do Mestre ter citado estes e não outros mandamentos. O contexto de Mateus 19:18 está situado no diálogo do jovem rico com Jesus. Por que Jesus não citou o mandamento do sábado para o jovem rico? Porque este não era o problema dele. O jovem rico guardava o sábado melhor que muito adventista hoje. 

Então qual era o problema do jovem rico? Os mandamentos mencionados por Cristo esclarecem qual era o problema do jovem rico. Jesus citou 5 mandamentos. Destes, 4 estão na lista dos Dez Mandamentos de Êxodo 20 e o último é o resumo da segunda tábua (quinto ao décimo mandamento) = amarás o teu próximo como a ti mesmo.

1. não citado por Jesus
2. não citado por Jesus
3. não citado por Jesus
4. não citado por Jesus
5. HONRA TEU PAI E TUA MÃE
6. NÃO MATARÁS
7. NÃO ADULTERARÁS
8. NÃO FUTARÁS
9. NÃO DIRÁS FALSO TESTEMUNHO
10. não citado por Jesus 

Embora o jovem ainda não percebesse, esses preceitos de conduta iam no cerne de seu problema. Ele não amava tanto os outros quanto a si mesmo. No entanto, ele sentia que tinha praticado tudo isso. Ele tinha observado a letra da lei, mas não seu espírito, e considerava que vivia em harmonia com seus princípios. Jesus tentou abrir os olhos do rapaz para o fato de que os princípios da lei devem ser aplicados a todas as relações práticas da vida.

Essa hipótese fica confirmada quando veio a grande prova: "vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me" (Mateus 19:21). Esta ordem revelou onde estava o amor do jovem rico. "Onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração." (Mateus 6:21). 

Aparentemente, o rapaz estava confiante de que havia apenas um passo entre ele e a perfeição. Mas, embora tivesse obedecido diligentemente a letra da lei, ele ainda sentia que isso não era o suficiente. A menos que a influência maligna do egoísmo fosse removida, o jovem rico não poderia alcançar nenhum progresso rumo ao Céu.

Jesus não mencionou o quarto mandamento (lembra-te de santificar o sábado) porque este não era o problema do jovem rico. O problema do jovem rico era que seu amor ao dinheiro o fazia transgressor de mandamentos específicos que regem nossos relacionamentos. Portanto, dizer que pelo fato de Jesus não ter mencionado o sábado neste ou em outro momento que o Mestre citou Êxodo 20 é "prova" de que não precisamos demonstrar nosso amor a Deus através da obediência inclusive do mandamento do sábado só pode ser creditado a duas coisas: ignorância bíblica ou desonestidade intelectual. Embora ambos, aos rejeitarem a luz da compreensão aqui fornecida, serão tidos como culpados diante de Deus ao decidirem permanecer no erro.

— Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, v. 5, p. 484-485 [com adaptações].