quinta-feira, 26 de setembro de 2013

O batismo de fogo

O Antigo e o Novo Testamentos usam uma variedade de símbolos como água, vento e óleo para descrever a obra do Espírito Santo. João Batista relacionou outra imagem, o fogo, com a obra do Espírito Santo (Mt 3:11; Lc 3:16).

"Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo." (Mateus 3:11)

Muitos não entenderam a declaração de João. A passagem não diz: “Ele vos batizará com o Espírito Santo ou com fogo.” Ela diz: “Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.” A segunda expressão, “e com fogo”, explica a primeira expressão, o batismo “do Espírito Santo.” O batismo do Espírito Santo é o batismo de fogo. A palavra batismo no Novo Testamento é usada 80 vezes e se refere à imersão total.

O que o simbolismo do fogo representa na Bíblia?
"Apareceu-lhe o Anjo do SENHOR numa chama de fogo, no meio de uma sarça; Moisés olhou, e eis que a sarça ardia no fogo e a sarça não se consumia. Então, disse consigo mesmo: Irei para lá e verei essa grande maravilha; por que a sarça não se queima? Vendo o SENHOR que ele se voltava para ver, Deus, do meio da sarça, o chamou e disse: Moisés! Moisés! Ele respondeu: Eis-me aqui!" (Êxodo 3:2-4)
"O aspecto da glória do SENHOR era como um fogo consumidor no cimo do monte, aos olhos dos filhos de Israel." (Êxodo 24:17)
"Então, invocai o nome de vosso deus, e eu invocarei o nome do SENHOR; e há de ser que o deus que responder por fogo esse é que é Deus. E todo o povo respondeu e disse: É boa esta palavra." (1 Reis 18:24) 
"Mas quem poderá suportar o dia da Sua vinda? E quem poderá subsistir quando Ele aparecer? Porque Ele é como o fogo do ourives e como a potassa dos lavandeiros. Assentar-Se-á como derretedor e purificador de prata; purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e como prata; eles trarão ao SENHOR justas ofertas." (Malaquias 3:2-3)
"Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles.
Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem." (Atos 2:1-4)
"Porque o nosso Deus é fogo consumidor." (Hebreus 12:29)

O fogo é um símbolo da glória, presença e poder de Deus manifestos no ministério do Espírito Santo. Ser batizado com fogo é ser imerso na glória da presença de Deus pelo Espírito Santo, para testemunhar em Seu poder. Moisés se encontrou com Deus na sarça ardente e depois deixou a glória da Sua presença a fim de testemunhar a Faraó. Elias testemunhou a Israel na glória do fogo da presença de Deus no Monte Carmelo. Quando línguas de fogo caíram no Pentecostes, os discípulos testemunharam em idiomas que eles nunca haviam conhecido antes. O batismo do Espírito Santo é a imersão no poder de Deus para que testemunhemos com eficácia a respeito de Sua glória. Mais uma vez, nos últimos dias da história da Terra, o povo de Deus será imerso em Sua presença, cheio de Seu poder e enviado para testemunhar de Sua glória ao mundo.

A Terra se encherá da glória de Deus. “A Terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar” (Habacuque 2:14). Em visão profética, João viu um anjo mensageiro descer do Céu “e a Terra se iluminou com a sua glória” (Apocalipse 18:1).

A glória de Deus, Seu caráter amoroso, será revelada através do poder do Espírito Santo a um mundo que espera e ao Universo expectante. Cada pessoa no planeta Terra terá a oportunidade de ouvir e compreender a mensagem de Deus para os últimos dias.

A glória de Deus, Seu caráter amoroso, será revelada ao mundo. Como você pode, agora mesmo, em sua esfera de atuação, revelar essa glória? O que será necessário para isso?

(Lição da Escola Sabatina, 25 set. 2013)