quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Testemunhas de cristo


Vós sois as Minhas testemunhas, diz o Senhor, o Meu servo a quem escolhi; para que o saibais, e Me creiais, e entendais que sou Eu mesmo, e que antes de Mim Deus nenhum se formou, e depois de Mim nenhum haverá (Isaías 43:10).

Satanás está constantemente desviando a atenção da fidelidade e aplicação nas obras essenciais de preparação para o grande evento que provará a alma de todo homem. A obra no santuário celestial está sendo levada avante. Jesus está purificando o santuário. A obra na Terra corresponde à obra no Céu. Os anjos celestiais devem atuar constantemente para levar o homem, o instrumento vivente, a olhar para Jesus, contemplá-Lo e meditar sobre Ele, a fim de poder, em face à perfeição de Cristo, ficar impressionado com as imperfeições de Seu próprio caráter. O Confortador prometido, Cristo [...] declarou: “dará testemunho de Mim”. João 15:26. Essa é a essência da mensagem para este tempo. [...]

Falem como Cristo falou. Trabalhem como Cristo trabalhou. Precisamos olhar para Cristo e viver. Ao mantermos em vista Seu amor, ansiaremos por praticar as virtudes e a justiça dEle. É contemplando a Cristo que nos moldamos segundo a Sua imagem, e ao renunciar ao eu — entregando o coração totalmente a Cristo para que Seu Espírito o refine, enobreça e eleve — estaremos em íntima ligação com o mundo futuro, que é banhado pelos brilhantes raios do Sol da Justiça. Regozijamo-nos com indescritível alegria e glória plena. Somos então ordenados a ir a outras cidades e vilas falar das boas-novas, com coração totalmente aceso pelo amor divino, até mesmo àqueles que estão distantes e a todos quantos o Senhor nosso Deus chamar.

Falem a outros das benditas verdades de Sua Palavra e, ao obedecerem às palavras de Cristo, prossigam em Seu amor. Como Ele nos exorta, pelo amor que por Ele temos, a guardar Seus mandamentos. Ele o faz não para induzir-nos a realizar coisas impossíveis, mas porque sabe o que significa observar os mandamentos de Seu Pai. Ele deseja que toda pessoa que ouve o Seu convite possa transmiti-lo a outros, e receber Seus mais preciosos dons, pois sabe que, ao guardarmos os mandamentos de Deus, não nos tornamos escravizados, mas sim livres mediante o sangue de Jesus Cristo.

(Ellen G. White. Jesus, meu modelo [MM], p. 251)